sexta-feira, 13 de outubro de 2017

Em jogo emocionante, Lyon marca no fim e bate atuais campeões

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


Além de marcar três gols, o OL também acabou colocando outras três bolas na trave de Subasic




Em grande partida de futebol, que abriu a nona rodada do Campeonato Francês, o Monaco perdeu para o Lyon, fora de casa, pelo placar de 3 a 2, nesta sexta-feira. A equipe da casa não contou com o artilheiro da competição, Falcao Garcia, que foi preservado depois de defender a Colômbia nas Eliminatórias. Os gols do confronto foram marcados por Mariano Díaz e Fekir (duas vezes) para os mandantes, e Rony Lopes e Traoré, para os visitantes.

Na tabela de classificação, os comandados de Leonardo Jardim amargaram a segunda derrota na disputa com o resultado, que, junto das seis vitórias e um empate da equipe, faz com que o Monaco fique com 19 pontos conquistados, na vice-liderança, atrás do PSG. Já o Lyon soma agora 16 pontos, ocupando provisoriamente a terceira posição. Os comandados de Bruno Génésio não venciam há três rodadas.

O Monaco tem uma tarefa considerada fácil na próxima rodada do Campeonato Francês. Apesar de enfrentar o Caen, que vem fazendo campanha surpreendente, o confronto será disputado no Stade Louis II, casa da equipe do principado, que ainda não perdeu em seus domínios. O Lyon, por outro lado, encara o Troyes, fora de casa, no próximo domingo.




A partida entre as duas equipes começou extremamente movimentada. Logo aos cinco minutos de confronto, depois de cobrança de escanteio, Tousart subiu mais alto e fez belo cabeceio, mas a bola bateu na trave direita de Subasic, que apenas acompanhou o lance.

Aos oito, mais uma vez os mandantes carimbaram o poste. Após receber recuo de bola da zaga, o goleiro croata do Monaco demorou para dar o chutão. Mariano Díaz apertou a reposição e conseguiu desviar na bola antes dela viajar para o campo ofensivo, mas ela mais uma vez bateu na trave.

Depois de tanta pressão, enfim o gol do Lyon saiu. Fekir fez boa jogada pela lateral, carregou a bola até a linha de fundo e cruzou. A zaga do Monaco não afastou a bola, que sobrou livre para Mariano Díaz apenas completar para o gol e inaugurar o marcador.

Apesar de sofrer com o volume de jogo ofensivo do adversário, os visitantes chegaram ao empate pouco depois. Baldé recebeu no meio de campo e enfiou boa bola em profundidade para Rony Lopes, que ganhou na corrida contra o defensor do Lyon e tocou no canto baixo do goleiro, empatando o duelo.

Mesmo com a igualdade no placar, eram os mandantes que ditavam o ritmo da partida, tendo o controle de todas as ações no gramado. Tal domínio voltou a se confirmar com Fekir: após belíssima troca de passes no meio de campo, o jogador finalizou da marca do pênalti e voltou a colocar o Lyon à frente do marcador.

Sofrendo na mão dos donos da casa, a única arma do Monaco era apostar na eficiência de seu ataque. E foi justamente isso que aconteceu aos 33 minutos da etapa inicial. Traoré aproveitou sobra de bate e rebate dentro da grande área e acertou uma bomba no ângulo de Anthony Lopes, decretando o 2 a 2.

O jogão não decepcionou na volta do intervalo. Mantendo a qualidade do primeiro tempo, as duas equipes foram para o último período buscando a vitória, o que se refletiu no desempenho dos jogadores em campo. Nos primeiros vinte minutos da segunda etapa, o Monaco teve duas chances de conseguir a virada, com Traoré e Baldé (duas vezes), mas esbarrou na zaga dos mandantes.

Após esse período, o Lyon reencontrou o ótimo futebol da etapa inicial. Aos 21, Subasic fez uma grande defesa, já caído e no contra-pé, em finalização de Mariano Díaz. Cinco minutos depois, o dominicano cobrou falta de longe e novamente carimbou a trave.

Nos minutos finais do jogo, o Monaco teve mais duas oportunidades de alcançar a virada, mas não conseguiu balançar o fundo das redes da meta do Lyon, que chegou a anotar um gol, invalidado pela arbitragem, que assinalou impedimento.




Entretanto, foi apenas no último lance da partida que o placar chegou em seus números finais. Fekir cobrou falta com perfeição, no canto baixo de Subasic, e selou, com justiça, a vitória do Lyon. Logo após o tento, o juiz apitou pela última vez, encerrando uma grande partida de futebol no Estádio Groupama.

TEXTO: Gazeta Esportiva
FOTOS: olweb.fr


Lyon (4-2-3-1): Lopes; Tete, Yanga-M'Biwa, Diakhaby e Mendy (Marçal, 84'); Tousart e N'Dombélé (Maolida, 80'); Bertrand Traoré (Memphis Depay, 60'), Fekir e Aouar; Mariano Díaz

Monaco (4-2-3-1): Subasic; Touré, Glik, Jemerson e Kongolo; Meïté e Moutinho; Rony Lopes, Adama Traoré (Tielemans, 80') e Lemar (Boschilia, 87'); Baldé Keita (Carrillo, 93')

Gols: Mariano Díaz (11') e Fekir (23' e 95'); Rony Lopes (17') e Adama Traoré (34')


OS GOLS DA PARTIDA:

Mariano Díaz (1-0):

Rony Lopes (1-1):

Fekir (2-1):

A. Traoré (2-2):

Fekir (3-2):


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

quinta-feira, 12 de outubro de 2017

[Ligue1 17/18] 9ª rodada - Lyon x Monaco

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


FOTO: Reprodução/YouTube

Sem vencer há três rodadas, o Lyon tem compromisso importante na abertura da nona rodada do Campeonato Francês. Oitavo colocado com 13 pontos, o time vai receber o Monaco, vice-líder com 19, nesta sexta-feira, às 15h45 (de Brasília), no Groupama Stadium.

Mesmo fora de casa, o time do Principado pode ser apontado como favorito, apesar de ter tropeçado em casa na rodada anterior. Para o confronto, o técnico Leonardo Jardim deve contar com alguns jogadores que estavam servindo às suas seleções nas Eliminatórias para a Copa do Mundo.

O Monaco sabe que precisa vencer para não deixar o Paris Saint-Germain se distanciar ainda mais. No momento, a vantagem do time de Neymar, Mbappé e Cavani é de três pontos.

Pelo lado do Lyon, o objetivo é retomar o caminho das vitórias. São três tropeços seguidos, com dois empates e derrota para o PSG. O triunfo é importante para a equipe voltar a se aproximar da zona de classificação às competições europeias na próxima temporada.

ADAPTADO DE: Gazeta Esportiva

Leonardo Jardim terá como desfalques o brasileiro Fabinho, suspenso e também a recém contratação Steven Jovetic, machucado. Além disso, resolveu poupar nomes como Rachid Ghezzal e Falcao García por entender que ambos não estariam 100% em condições físicas após atuarem por suas seleções.

Bruno Génésio também tem uma ausência por lesão e outra por suspensão. O machucado é Clément Grenier e o suspenso é o brasileiro Marcelo. Além deles, Diop, Martins-Pereira e Cornet sequer foram relacionados. Mas Mapou Yanga-M'Biwa e Dylan M'Boumbouni ganharam chances na lista.

A partida entre Lyon  e Monaco acontece nesta sexta-feira (13/10), às 15h45 do horário de Brasília. No Brasil, o SporTV e a ESPN Brasil, prometem transmissão ao vivo do duelo. Abaixo, confira os relacionados pelos dois times.



LYON:

GOLEIROS: Mathieu GORGELIN e Anthony LOPES;
LATERAIS: Fernando MARÇAL, Ferland MENDY, Kenny TETE e RAFAEL;
ZAGUEIROS: Jérémy MOREL, Mouctar DIAKHABY, Dylan M'BOUMBOUNI e Mapou YANGA-M'BIWA;
VOLANTES: Tanguy N'DOMBÉLÉ, Jordan FERRI e Lucas TOUSART;
MEIAS: Houssem AOUAR e Nabil FEKIR;
ATACANTES: MEMPHIS Depay, Myziane MAOLIDA, Bertrand TRAORÉ e Mariano DÍAZ;
TÉCNICO: Bruno GÉNÉSIO;
DESFALQUES: MARCELO e Clément Grenier


MONACO:

GOLEIROS: Seydou SY, Danijel SUBASIC e Diego BENAGLIO;
LATERAIS: JORGE, Djibril SIDIBÉ, Almamy TOURÉ;
ZAGUEIROS: JEMERSON, Kamil GLIK e Terence KONGOLO;
VOLANTES: Soualiho MEÏTÉ, Kévin N'DORAM e Youri TIELEMANS;
MEIAS: João MOUTINHO, Gabriel BOSCHILIA, Adama TRAORÉ e Rony LOPES;
ATACANTES: Thomas LEMAR, Keita BALDÉ Diao, Guido CARRILLO e Adama DIAKHABY;
TÉCNICO: Leonardo JARDIM;
DESFALQUESFABINHO e Stevan JOVETIC


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

domingo, 1 de outubro de 2017

Lyon sai na frente, deixa empatar e amarga um 3 a 3 pela terceira vez nesta Ligue 1

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


OL terminou o primeiro tempo com um 3 a 1, mas uma expulsão de Marcelo, com erro patético da arbitragem, acabou influenciando na queda de produção do time




Vindo de um calendário não muito animador, com apenas uma vitória nos últimos sete jogos, o time do Lyon tinha a oportunidade de enfrentar um time mais modesto, porém fora de casa. O OL entrava em campo na 8ª rodada e o Angers, o 12º. A expectativa dos Gones era fazer um bom resultado hoje para ficar mais tranquilo nos dois próximos jogos, onde encara o Monaco pela Ligue 1  e o Everton, pela Liga Europa. O Angers, por sua vez, vem de um resultado importante e surpreendente. Arrancou um empate do Nice, na Allianz Riviera. Tinha no OL o objetivo de emplacar uma boa sequência.

O time da casa vinha com quase nenhum desfalques, algo que foi comemorado pelo técnico Moulin. Somente Kanga e Belaïli foram as ausências por lesão do treinador. Por isso, acabou precisando deixar muitos nomes fora da relação, como Bamba, Puyo, Ciss, Mandréa, Thomas Touré e Ketkeophomphone. Outro motivo de comemoração de Moulin era o retorno do seu principal atacante, Enzo Crivelli. Ele havia sido expulso e acabou pegando um gancho de dois jogos, podendo retornar hoje e como titular. Confira como ficou o time:




Se Moulin podia comemorar os poucos desfalques, Génésio era só festa. O treinador do OL tinha absolutamente todos os jogadores a disposição. Exatamente por isso, também acabou tendo que deixar alguns jogadores no time B, como Yanga-M’Biwa, Diop, Martins-Pereira e Grenier. Na escalação dos 11 iniciais, ainda teve algumas surpresas. Rafael voltava aos titulares, Diakhaby ganhava nova chance, assim como Memphis Depay, que ficou de fora em algumas oportunidades. Veja como ficou escalado:




Antes mesmo de a bola rolar, os torcedores do Lyon estranharam um fato. O time entrou em campo com um uniforme todo vermelho. Uma combinação que não faz parte do jogo de uniformes desta temporada e nem mesmo da temporada passada. Era a camisa da temporada 2015/16. Em conversa com alguns amigos, chegamos a conclusão que era a única combinação possível para não haver confusão com os jogos de uniformes do Angers e também dos goleiros. Mas era no mínimo bem estranho.

Com o futebol rolando, o Lyon começou com uma postura bastante agressiva – não em termos físicos, mas em vontade mesmo de marcar logo. E foi assim mesmo que aconteceu. Logo aos 5’ de jogo, Rafael partiu pela direita sob a marcação de dois jogadores. Ele, ainda assim, conseguiu cruzar rasteiro na área. Mariano Díaz conseguiu uma finalização meio torta e, mesmo assim, conseguiu colocar no cantinho. 1 a 0!

Por muito pouco, no minuto seguinte, o Lyon não conseguiu dobrar o marcador. Tudo começou com Memphis segurando bem a bola de costas para o gol. Ele percebeu Fekir entre os marcadores e fez uma ótima assistência de calcanhar. Fekir recebeu e na saída do goleiro tocou de cavadinha, com a bola entrando suavemente para as redes. Mas a arbitragem, de maneira correta, pegou posição de impedimento de Fekir e o gol acabou sendo anulado.

Sem muitas opções, o time de Stéphane Moulin precisava se lançar ao ataque para buscar o resultado dentro de sua casa. Por um lado, essa decisão foi positiva para o OL, já que o time alvinegro se abriu e dava mais espaços para os comandados de Bruno Génésio chegarem com mais velocidade. Antes mesmo dos 30’, o Angers não tinha imposto perigo, enquanto o Lyon já tinha chegado bem mais duas vezes.

O gol de empate do time da casa chegou em uma jogada quase despretensiosa. Manceau subiu do campo de defesa e foi avançando, avançando e ninguém encostou. Na hora de cruzar pra área, só tinha Rafael e o atacante Toko Ekambi. A bola não chegou a passar perto do jogador do Angers e entrou para as redes. Rafael desviou e acabou marcando contra. 1 a 1 no placar.

Aos 38’, o Lyon fez valer sua superioridade em campo e tentou apagar o erro individual de Rafael. Em bola parada, cobrança de escanteio, Fekir colocou na cabeça de Mouctar Diakhaby, que subiu mais alto que todo mundo e colocou no canto do goleiro Letellier, que não conseguiu sequer saltar para realizar a defesa. Lyon na frente novamente e de maneira merecida pelo futebol que o Angers não vinha jogando.

Antes mesmo do intervalo, o Lyon achou espaço para mais um gol. A jogada foi muito bem construída pelo lado esquerdo, direcionado por Nabil Fekir. Ele colocou em boas condições para Mendy, que finalizou caindo e, mesmo assim, acertando o gol. Letellier defendeu, mas soltou nos pés de Memphis Depay, que chegou rápido para pegar o rebote e colocar no gol já praticamente sem goleiro. 3 a 1!

Segundo tempo começou a todo vapor. Com menos de cinco minutos, o Angers chegou por duas vezes – uma com Tait pela esquerda e outra em bola parada. O Lyon quase marcou com Fekir em ótima assistência de Memphis e também teve o zagueiro Marcelo expulso em lance bizarro. Ele recebeu amarelo e quando foi reclamar, sem querer derrubou o cartão do árbitro e, por isso, acabou sendo expulso direto. Atitude boçal do árbitro Mikael Lesage.

Após a expulsão bizarra, o Lyon fez duas trocas. Colocou Morel e Cornet nos lugares de Mariano Díaz e Bertrand Traoré. Angers colocou Capelle no lugar de Fulgini. A recomposição na zaga do OL não foi o suficiente para segurar o Angers, que buscava uma reação. E assim aconteceu em bela jogada. Toko Ekambi carregou no meio, tabelou com Crivelli que fez muito bem o pivô e devolveu. Na finalização, o mesmo Toko Ekambi colocou com categoria no cantinho! 3 a 2!

Com um a menos, nervoso em campo e sem poder de reação, o Lyon tinha dificuldades enormes de manter sua vantagem. Enquanto isso, o Angers meio aos trancos e barrancos conseguia chegar. Aos 22’ da etapa final, após duas sequências de escanteio, o time da casa buscou o improvável empate. Em mais uma cobrança de canto, a bola voou por todo mundo e acabou no segundo pau para Ismaël Traoré deixar tudo igual. 3 a 3 e boa responsabilidade disso na arbitragem.

Após o gol, Stéphane Moulin fez sua segunda troca. Colocou Baptiste Guillaume no lugar de Enzo Crivelli, trocando um centroavante por outro. Queria a vitória e estava melhor no jogo para buscar isso. Alguns minutos depois, Tait saiu para a entrada de Gilles Sunu. Génésio trocava seus volantes, tirando N’Dombélé e colocando Ferri. Alterações derradeiras para os minutos finais.

Já no finalzinho do jogo, os dois times tentavam algo além do empate que o placar já marcava. O máximo que o Lyon conseguiu foi tentando alçar uma ou duas bolas na área e uma cobrança de falta de Memphis Depay. Mas foi o Angers quem quase conseguiu a virada em finalização de Gilles Sunu, dentro da área, perto da marca do pênalti, que Anthony Lopes acabou evitando com os pés. No final, ficou por isso mesmo. Mais um 3 a 3 na Ligue 1 para o Lyon. Já é o 3º

O foco agora é no poderoso time do Monaco. Lyon os enfrenta em casa, no próximo dia 13, uma sexta-feira, às 15h45. Essa distância do jogo de hoje até lá deve-se ao fato de ter uma data Fifa nesse intervalo. A partida será válida pela 9ª rodada da Ligue 1. Até lá!

FOTOS: sport365.fr / L'Equipe / olweb.fr / Footmercato


OS GOLS DA PARTIDA:



Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

sábado, 30 de setembro de 2017

[Ligue1 17/18] 8ª rodada - Angers x Lyon

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


FOTO: diadeaposta.com

Neste domingo, às 12h, o Angers enfrenta o Lyon em casa, no Stade Jean Bouin, em jogo válido pela 8ª rodada do Campeonato Francês O Angers ocupa a 12ª colocação com oito pontos. Já o Lyon está na 7ª colocação com 12 pontos. Ambas as agremiações precisam da vitória.

Stéphane Moulin, técnico do Angers, divulgou a lista de relacionados com 18 jogadores. Ele tem quase todos os atletas à disposição para a partida. Por causa disso, o francês deve repetir a escalação que deu certo no jogo contra o Nice. O confronto terminou empatado em 2 a 2. A novidade é a volta do atacante Enzo Crivelli, que cumpriu duas partidas de suspensão. O francês foi expulso no jogo contra o Saint-Éttiene. A equipe precisa dos três pontos, porque está a cinco partidas sem vencer na Ligue 1.

Bruno Genésio, técnico do Lyon, divulgou a lista de convocados com 19 jogadores. Ele tem todos os atletas à disposição para o confronto. Por causa disso, o francês deve manter a escalação que funcionou no jogo contra o Dijon. O confronto terminou empatado em 3 a 3. A equipe precisa dos três pontos, pois está a duas partidas sem vencer no Campeonato Francês. Diop, Grenier, Martins-Pereira e Yanga-M'Biwa vão ficar disponíveis para o técnico Cris no time B nessa rodada.

ADAPTADO DE: torcedores.com


A partida entre Angers e Lyon acontece neste domingo (01/10), às 12h do horário de Brasília. No Brasil, o SporTV, promete transmissão ao vivo do duelo. Abaixo, confira os relacionados pelos dois times.



LYON:

GOLEIROS: Mathieu GORGELIN e Anthony LOPES;
LATERAIS: Fernando MARÇAL, Ferland MENDY, Kenny TETE e RAFAEL;
ZAGUEIROS: Jérémy MOREL, Mouctar DIAKHABY e MARCELO;
VOLANTES: Tanguy N'DOMBÉLÉ, Jordan FERRI e Lucas TOUSART;
MEIAS: Houssem AOUAR e Nabil FEKIR;
ATACANTES: Maxwel CORNET, MEMPHIS Depay, Myziane MAOLIDA, Bertrand TRAORÉ e Mariano DÍAZ;
TÉCNICO: Bruno GÉNÉSIO;
DESFALQUES: Nenhum


  
ANGERS:

GOLEIROS: Mathieu MICHEL e Alexandre LETELLIER;
LATERAIS: Yoann ANDREAU e Vincent MANCEAU;
ZAGUEIROS: Mateo PAVLOVIC, Ismaël TRAORÉ, Mehdi TAHRAT e Romain THOMAS;
VOLANTES: Pierrick CAPELLE, Thomas MANGANI, Baptiste SANTAMARÍA, Lassana COULIBALY e Angelo FULGINI;
MEIAS: Flavien TAIT e Karl TOKO EKAMBI;
ATACANTES: Gilles SUNU, Baptiste GUILLAUME e Enzo CRIVELLI;
TÉCNICO: Stéphane MOULIN;
DESFALQUESWilfried KANGA e Youcef BELAÏLI


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

quinta-feira, 28 de setembro de 2017

Lyon não vence Atalanta e amarga segundo empate na Liga Europa

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


Traoré abriu o placar ainda no primeiro tempo e, depois, Papu Gómes, de falta, deixou tudo igual




O Lyon recebeu o Atalanta e empatou por 1 a 1. Traoré abriu o placar aos 45 minutos da primeira etapa, ao aproveitar boa jogada e cruzamento de Fekir da esquerda. Os italianos garantiram o empate com o argentino Alejandro Gómez, aos 12 minutos do segundo tempo, em linda cobrança de falta da esquerda.

Com os resultados, o Everton - que empatou por 2 a 2 com o Apollon Limassol - é o lanterna do Grupo E, com apenas um ponto. O Atalanta está na liderança, com quatro pontos. Lyon e Apollon Limassol têm dois pontos cada. Na próxima rodada, no dia 19 de outubro, os ingleses recebem os franceses no Goodison Park, e o Atalanta encara o Apollon em Bergamo.



FONTE: globoesporte.com
FOTOS: olweb.fr 


Lyon (4-2-3-1): Lopes; Tete, Marcelo, Morel e Mendy; Tousart e N'Dombélé; Traoré (Cornet, 85'), Fekir e Aouar (Memphis Depay, 70'); Mariano Díaz (Maolida, 70')

Atalanta (3-5-2): Berisha; Masiello, Caldara e Palomino; Hateboer, Cristante (Castagne, 46') De Roon, Freuler e Spinazzola; Petagna (Ilicic, 61') e Gómez

Gols: Traoré (46'); Gómez (57')



OS GOLS DA PARTIDA:

1-0 TRAORÉ


1-1 PAPU GÓMEZ



Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

[LIGA EUROPA 17/18] Grupo E - Lyon x Atalanta

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


FOTO: leaguelane

Depois da frustrante e decepcionante estreia na Liga Europa, empatando com o modesto Apollon Limassol, do Chipre, fora de casa, o Lyon volta suas atenções a competição que virou o brilho dos olhos do presidente Jean-Michel Aulas desde a última temporada, onde foi eliminado pelo Ajax nas semifinais. O adversário desta quinta-feira é o Atalanta, time italiano que surpreendeu os grandes da Lega Calcio e acabou ficando na quarta colocação do torneio.

O clube italiano, que atualmente é o 9º colocado no seu campeonato nacional tem dois brasileiros em seu elenco que não devem ser relacionados para a partida por estarem retornando de lesão: Rafael Tolói e João Schmidt. O desempenho do Atalanta na primeira partida da Liga Europa surpreendeu a todos. Venceu, com propriedade, o Everton por 3 a 0. O clube inglês, com o resultado, acabou ficando na lanterna do Grupo E e vai procurar reverter isso contra o Apollon Limassol.

Já o Lyon vive um princípio de crise. Após não vencer na sua estreia, também tropeçou na Ligue 1 contra o modesto Dijon e agora visa uma retomada a boa forma. Uma boa resposta ao torcedor seria uma vitória contra os italianos. Para isso, Génésio voltou a relacionar Memphis Depay - que havia sido sacado por opção - e também terá de volta o brasileiro Rafael, que estava ausente por lesão. Por outro lado, Marçal ainda não se recuperou, assim como Diop.

Lyon e Atalanta se enfrentam nesta quinta-feira (28), às 16h (horário de Brasília). No Brasil, a ESPN+ irá transmitir a partida ao vivo. Abaixo, saiba quem foram os jogadores relacionados pelos dois treinadores.



LYON:

GOLEIROS: Mathieu GORGELIN e Anthony LOPES;
LATERAIS: RAFAEL, Ferland MENDY e Kenny TETE;
ZAGUEIROS: Jérémy MOREL, Mouctar DIAKHABY e MARCELO;
VOLANTES: Lucas TOUSART, Tanguy N'DOMBÉLÉ e Jordan FERRI;
MEIAS: Houssem AOUAR e Nabil FEKIR;
ATACANTES: Maxwel CORNET, MEMPHIS Depay, MARIANO Díaz, Bertrand TRAORÉ e Myziane MAOLIDA;
TÉCNICO: Bruno GÉNÉSIO;
DESFALQUES: Fernando MARÇAL, Pape Cheik DIOP e Clément GRENIER



ATALANTA:
(Relação não-oficial)

GOLEIROS: Etrit BERISHA, Francesco ROSSI e Poerluigi GOLLINI;
LATERAIS: Robin GOSENS e Hans HATEBOER;
ZAGUEIROS: Andrea MASIELLO, Mattia CALDARA e José Luis PALOMINO;
VOLANTES: Bryan CRISTANTE, Nicolas HAAS, Marten DE ROON e Remo FREULER;
MEIAS: Jasmin KURTIC e Leonardo SPINAZZOLA;
ATACANTES: Andreas CORNELIUS, Andrea PETAGNA e Alejandro "Papu" GÓMEZ;
TÉCNICO: Gianpiero GASPERINI;
DESFALQUES: RAFAEL TOLÓI, JOÃO SCHMIDT e Josip ILICIC


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

sábado, 23 de setembro de 2017

Em vira-vira, Lyon cede empate para o Dijon em casa

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


OL começou abrindo o placar, sofreu a virada, conseguiu dar a volta por cima mas, minutos depois, sofreu o empate




Com quase 34 mil presentes no Groupama Stadium, o Lyon recebeu o Dijon pela 7ª rodada da Ligue 1 neste sábado. O objetivo dos comandados de Bruno Génésio era reverter a série ruim de resultados, aproveitando a boa participação contra o PSG no último final de semana e fazer valer sua força para tentar retornar às vitórias. O que os Gones não esperavam era que fossem surpreendidos pelo time que começou a rodada na 18ª colocação. O Dijon conseguiu o empate na casa do OL e comemorou como vitória.

Fekir abriu o placar aos 20', quando recebeu ótimo cruzamento de Ferland Mendy pela esquerda. Na primeira finalização do lateral, a bola foi rebatida pela zaga, no rebote, o capitão do Lyon só teve o trabalho de empurrar para as redes. No entanto, apenas quatro minutos depois,  o mesmo Mendy que foi responsável direto pela abertura do placar, acabou derrubando Kwon dentro da área e a arbitragem, acertadamente, marcou pênalti. Naim Sliti cobrou no ângulo e empatou a partida.

A primeira virada da partida aconteceu só no segundo tempo. O português, Xeka, recém contratado do Paços de Ferreira recebeu uma assistência primorosa de Fouad Chafik e, sozinho, acabou marcando de cabeça, com muita tranquilidade. Aos 7' da etapa final, o time visitante ficava na frente no placar.

A vantagem não durou nem mesmo dez minutos. Kenny Tete arrancou pela direita, deixou pra Taoré e avançou de novo. O burkinabé prendeu e soltou novamente para holandês, que foi até a linha de fundo e deixou o trabalho fácil para o jovem Aouar somente completar. Era o empate e o primeiro gol do meia com a camisa profissional do Lyon. 2 a 2.

E só três minutos após empatar, a segunda virada acontecia no jogo. E curiosamente foi de pênalti. O mesmo Kwon que foi derrubado por Mendy, agora devolvia na mesma moeda. O lateral do OL entrava na área e foi agarrado pela camisa até cair. Muito bem marcado pela arbitragem e também por Mariano Díaz, que converteu com extrema competência, com força e no canto. Lyon na frente novamente aos 18' do segundo tempo.

E mais uma vez a vantagem no placar não durou muito tempo. Também somente três minutos depois, foi a vez do Dijon marcar de novo. E outra vez de cabeça, com outra assistência de Sliti. Ele colocou uma falta na cabeça de Yambéré, que subiu mais alto que toda a defesa dos Gones e deixou tudo igual. Mas, dessa vez, o placar não se alterou mais. Lyon dormiu na 5ª colocação neste sábado e o Dijon saltou de 18º para 17º.

O OL agora retorna seus compromissos com a Liga Europa. Recebe o Atalanta no Groupama Stadium com a mesma pressão de vencer a qualquer custo, ainda mais que ficou somente no empate com o Apollon Limassol na primeira rodada, no Chipre. O jogo, válido pela segunda rodada do Grupo E, acontece quinta-feira (28), às 16h05 do horário de Brasília. Até lá!

FOTOS: olweb.fr 

Lyon (4-2-3-1): Lopes; Tete, Marcelo, Morel e Mendy; Tousart (Geubbels, 84') e N'Dombélé; Traoré, Fekir e Aouar (Grenier, 86'); Mariano Díaz (Maolida, 78')

Dijon (4-1-4-1): Reynet; Rosier, Djilobodji, Yambéré e Chafik (Haddadi, 71'); Marié; Amalfitano, Xeka, Kwon (Said, 64') e Sliti (Sammaritano, 86'); Jeannot

Gols: Fekir (20'), Aouar (61') e Mariano Díaz (63'); Sliti (24'), Xeka (51'), Yambéré (66')



OS GOLS DA PARTIDA:



Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!