quinta-feira, 22 de fevereiro de 2018

Lyon desconsidera vantagem, vence de novo, e avança na Liga Europa

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


Mesmo ganhando por 3 a 1 na partida de ida, OL viajou até a Espanha e ganhou novamente, agora por 1 a 0




TEXTO: Lance!
Em casa, o Villareal tentou, tentou e tentou, mas morreu na praia. Foi até o melhor em campo, mas não conseguiu levar perigo ao Lyon, em jogo da volta da segunda fase da Liga Europa e perdeu de 1 a 0, com gol de Traoré. Com o 3 a 1 da partida de ida, os franceses avançaram às oitavas de final e agora esperam o sorteio, nesta sexta-feira, para conhecer o adversário da próxima fase, que já tem as datas definidas: nas duas próximas quintas-feiras.

Castillejo e Jaume Costa foram os jogadores do Villareal que mais infernizaram a defesa do Lyon, mas pecaram na falta de pontaria e no psicológico. Isso porque, aos 33 da etapa complementar, com o placar zerado, Costa foi punido com um cartão amarelo, reclamou e foi expulso. O suficiente para o Lyon inverter o domínio da partida e fazer o gol da vitória aos 41, com Traoré, após passe açucarado de Fekir.




Desclassificado, o Villareal foca agora na disputa por uma nova vaga em competição europeia na temporada 2018/2019, seja a Liga Europa, o que estaria conquistando hoje, com o sexto lugar no Espanhol e 38 pontos, ou na Liga dos Campeões, mas para isso é necessário ficar entre os quatro primeiros.

Hoje, o quarto é o Valencia, com 46 pontos. No próximo domingo, o Vila recebe o Getafe, nono, com 33. Já o Lyon, no mesmo dia, recebe o Saint-Étienne, pelo Campeonato Francês.



TEXTOLance!
FOTOS: olweb.fr


Villarreal (4-3-1-2): Asenjo | Gaspar, Álvaro, Bonera e Jaume Costa | Javi Fuego (Raba, 74'), Hernández e Trigueiros (Cheryshev, 57') | Fornals (Castillejo, 46') | Ünal e Bacca

Lyon (4-4-2): Lopes | Rafael, Marcelo, Morel e Mendy | Tousart e Ndombélé (77') | Traoré, Fekir (Maolida, 87') e Memphis Depay | Mariano Díaz (Ferri, 82')

Gols: Traoré (85')


MELHORES MOMENTOS:


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

quarta-feira, 21 de fevereiro de 2018

[LIGA EUROPA 17/18] 16 avos de final - Villarreal x Lyon

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


FOTO: oddsdigger.com

No jogo de ida entre Lyon e Villarreal, há uma semana, os donos da casa naquela ocasião se deram melhor. O OL quase se complicou, mas conseguiu construir uma vantagem interessante para conseguir ir com uma "gordurinha a mais" encarar o Submarino Amarelo na Espanha. O confronto, que terminou 3 a 1, de certa forma, coloca o Lyon como favorito para continuar prosseguindo na Liga Europa e avançar paras as oitavas de final. Mas, obviamente, favoritismo não ganha jogo. O time não vem bem no Campeonato Francês - não vence já faz quatro partidas - e um tropeço na UEL pode colocar um crise sem precedentes no clube.

É querendo aproveitar desta fragilidade, que foi aditivada no último final de semana no confronto contra o Lille, que o técnico do Villarreal, Javier Calleja, planeja montar sua equipe. Explorar o que Christphe Galtier fez no domingo pode ser a saída para o clube espanhol reverter o placar, já que o Lille também soube sair de uma desvantagem de dois gols de diferença e buscou isso no segundo tempo. O time convocado para o jogo é praticamente o mesmo da semana passada, inclusive com os mesmos desfalques. Calleja não conseguiu recuperar quem estava ausente da última partida e, por isso, não deve aparecer com muitas novidades.

Bruno Génésio, por sua vez, bastante pressionado pela imprensa, diretoria e torcedores, precisa mais do que nunca colocar em prática tudo que sabe para não correr risco de uma eliminação precoce e uma virada de jogo homérica. Por sorte, o departamento médico do clube colaborou e liberou dois jogadores que estavam com dores para o jogo: Kenny Tete e Maxwel Cornet. Mas o técnico do OL terá o desfalque do brasileiro Fernando Marçal, suspenso. Dessa forma, é certeza que Ferland Mendy será o titular pelo lado esquerdo no jogo de amanhã. Com a vantagem debaixo do braço, os Gones podem perder por até um gol de diferença que ainda se classificam.

Lyon e Villarreal se enfrentam nesta quinta-feira (22), às 15h (horário de Brasília). No Brasil, a ESPN e a Watch ESPN prometem transmitir a partida ao vivo. Abaixo, saiba quem foram os jogadores relacionados pelos dois treinadores.



LYON:

GOLEIROS: Mathieu GORGELIN, Dorian GRANGE e Anthony LOPES;
LATERAIS: RAFAEL, Ferland MENDY e Kenny TETE;
ZAGUEIROS: Mouctar DIAKHABY, Jérémy MOREL e MARCELO;
VOLANTES: Lucas TOUSART, Jordan FERRI, Papel Cheikht DIOP e Tanguy NDOMBÉLÉ;
MEIAS: Houssem AOUAR e Nabil FEKIR;
ATACANTES: MEMPHIS Depay, Maxwel CORNET, Myziane MAOLIDA, Amine GOUIRI, MARIANO Díaz e Bertrand TRAORÉ;
TÉCNICO: Bruno GÉNÉSIO;
DESFALQUES: Fernando MARÇAL


VILLARREAL:

GOLEIROS: Mariano BARBOSA e Sergio ASENJO;
LATERAIS: Mario GASPAR, Antonio RUKAVINA e Jaume COSTA;
ZAGUEIROS: ÁLVARO González, Daniele BONERA e Víctor RUIZ;
VOLANTES: Pablo FORNALS, Javi FUEGO, RODRIGO Hernández e Manu TRIGUEROS;
MEIAS: Denis CHERYSHEV, Samu CASTILLEJO e Roberto SORIANO;
ATACANTES: Enes ÜNAL, Daniel RABA e Carlos BACCA;
TÉCNICO: Javier CALLEJA;
DESFALQUES: Andrés FERNÁNDEZ, Rúben SEMEDO, BRUNO Soriano e Nícola SANSONE


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

domingo, 18 de fevereiro de 2018

Lyon domina primeiro tempo, desanima, e acaba sofrendo o empate contra o Lille

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


Brasileiro Luiz Araújo foi um dos responsáveis pela mudança de postura dos Dogues neste 2 a 2




Foram três derrotas consecutivas. O Lyon não conseguiu segurar o Bordeaux, Monaco e Rennes na sequência da Ligue 1. O confronto hoje era contra um time no play-off do rebaixamento: no Stade Pierre-Mauroy, o OL enfrentava o Lille. Os dois times em crise, claro que cada um ao seu estilo. Um querendo fugir da zona maldita e outro tentando reconquistar as vitórias. No confronto entre muitos brasileiros, a expectativa de cada uma das torcidas era apenas uma: a vitória! Só isso interessava para ambos os lados.

Jogando em seus domínios, o ex-técnico do Saint-Étienne – maior rival do OL – Chrsitophe Galtier foi pra campo em um 4-3-3. Com um time bastante jovem e inexperiente até mesmo inexperiente, os Dogues tinham apenas um desfalque: o lateral direito Malcuit. Como ponto forte, o LOSC tinha o meio de campo formado com os brasileiros Thiagos: o Mendes e o Maia. Além deles, uma rápida frente de ataque, com Pepé de um lado e El Ghazi de outro, com Mothiba fechando o trio. Abaixo, você consegue ver como ficou escalado:




Bruno Génésio, por sua vez, tinha dois desfalques para o jogo e eram dois nomes importantes. Kenny Tete, com dores no joelho e Cornet, sentindo a panturrilha sequer viajaram para Lille. Além deles, o treinador decidiu poupar dois nomes para o confronto: Fekir e o zagueiro brasileiro Marcelo. Pela sequência seguida de jogos e pelo duelo importante na próxima quinta, eles começavam no banco. Dessa forma, quem ganhava mais oportunidades no time titular eram Memphis Depay e Jordan Ferri, hoje, titulares. Veja como ficou:




Mesmo jogando fora de casa, o Lyon mostrava-se no início do jogo uma equipe mais organizava. Ditava o jogo e conseguia dominar os setores do meio de campo e de ataque. Mas tinha dificuldades para ir mais longe. A ausência de Fekir já era claramente sentida nos primeiros minutos. O amplo domínio do OL era apenas na posse de bola e isso não significava que o Lille não chegava, muito pelo contrário. Os Dogues, ligados no jogo, incomodavam quando podiam.

Aos 17’ de jogo, o Lyon conseguiu sua primeira grande oportunidade na partida e, talvez, também tenha sido o primeiro lance de perigo do jogo como um todo. O OL acionou o contra-golpe pelo lado direito e Traoré recebeu na entrada da área, sem marcação, conseguiu prosseguir um pouco e arriscou dali mesmo. A bomba só faltou precisão. Passou por cima do gol de Mike Maignan. Boa chance!

Quando parecia que o jogo seguiria bem morno, o Lyon ligou sua força. Em jogada construída por Ndombélé no meio de campo, ele achou o rápido Memphis Depay avançando pela esquerda. Ele sambou pra cima da marcação e bateu cruzado, com um chute venenoso. Mike Maignan conseguiu defender, mas acabou soltando. Com muita esperteza e agilidade, Bertrand Traoré apareceu ligeiro para apenas tocar pro gol. 1 a 0!

Com o placar desfavorável, o Lille sofreu mais uma queda minutos depois. Com 28’ de bola rolando, o ponta esquerda El-Ghazi caiu em campo pela terceira vez, sentindo fortes dores na coxa direita. Ele mesmo pediu a alteração e acabou dando a vaga para o brasileiro Luiz Araújo. Sendo assim, mais um brasileiro em campo: eram cinco naquele momento da partida. Lille não mudava sua formação tática.

Já aos 37’, o Lyon criou nova oportunidade. Pelo lado esquerdo do campo, Memphis Depay faz um samba do lado direito, chama todo mundo pra dança e finaliza a jogada cruzando pra área. Lá, Traoré quase desvia, mas a bola passou pelo lado esquerdo do gol. Na resposta, o Lille atacou no lance seguinte. E foi com o recém-chegado em campo, Luiz Araújo. Ele recebeu, cortou pro meio e bateu para Lopes fazer uma plástica ponte e agarrar firme.

Já no finzinho do primeiro tempo, o Lyon conseguiu mais um gol. A jogada, novamente, foi construída pelo lado esquerdo e não passou pelos pés de Memphis Depay. Quem criou tudo ali foi, incrivelmente, o volante Tousart. Ele passou como um corredor, entrou na área e tocou para Marçal. O lateral rapidamente viu Traoré no centro da área que só teve o trabalho de girar e concluir em gol: 2 a 0!

Na segunda etapa, quando parecia que o Lyon ia ter campo livre para somente impor seu futebol, nada disso aconteceu. Galtier, certamente, deu uma ajeitada no vestiário e os Dogues vieram com mais força para a etapa final. Apertava o OL no seu campo de defesa e conseguia criar boas chances a ponto de em alguns momentos assustar de vez o goleiro Anthony Lopes. Definitivamente, o Lille era outro.

Aos 20’ da segunda etapa, o bom trabalho que o Lille faria depois do intervalo foi recompensado. Em jogada pela esquerda, Thiago Maia passou como quis, lançou Luiz Araújo que, entre dois, conseguiu entrar em diagonal na área e fez o passe para Nicolas Pépé. Ele apareceu antecipando a zaga e concluindo em gol, no canto direito da meta de Anthony Lopes, que se esticou todo e não alcançou.

O Lyon continuava apertado, mas buscava um pouco mais o jogo e quase ampliou quatro minutos depois. Em excelente jogada pela direita, Rafael ganhou no físico e avançou até o limite do campo. No fim da jogada, ele tocou para trás e achou Mariano Díaz. O centroavante dominou antes de mandar um foguete na trave. Logo depois, duas trocas no jogo. O Lyon mexeu colocando Mendy no lugar do próprio Rafael. No Lille, Soumaré substituía Thiago Maia.

Perto dos 35’ do segundo tempo, os dois times trocavam novamente. O Lyon, em sua segunda alteração, colocando Aouar no lugar de Ferri. Os Dogues iam de Ezequiel Ponce e tirava Thiago Soumaoro. A resposta foi praticamente imediata. E para o Lille. O time da casa, primeiramente, conseguiu chegar com Luiz Araújo pela esquerda. No físico, venceu a defesa e chutou rasteiro, forçando Lopes a salvar com os pés. Na sequência, em escanteio, o mesmo Luiz Araújo pegou da intermediária e mandou um foguete no cantinho esquerdo de Lopes: 2 a 2!

Já perto do fim, o Lyon no desespero pelo empate inacreditável, mexeu pela última vez. Fekir, que era pra ser poupado deste jogo, acabou indo para campo. Quem deixava o gramado era Ndombélé, que não estava em um bom dia. Enquanto isso, já quase desesperado, o OL buscava mais um gol. E ele quase aconteceu anos 42’. Memphis Depay cruzou na área e Mariano Díaz apareceu de carrinho no segundo pau, concluindo na trave.

Enquanto o Lyon avançava em desespero, o Lille já era mais calmo no jogo. Com Luiz Araújo e Pépé bem acessos e sendo acionados sempre em movimentos de ataque, o OL estava mais próximo de tomar do que fazer o 3º gol. Uma atuação pavorosa no segundo tempo que, de forma justificada, a torcida pedia a demissão de Bruno Génésio nas redes sociais. Mais uma vez na temporada o Lyon deixava pontos escapar por falta de foco, planejamento tático e erros de comando.

Agora, as atenções do Lyon se voltam novamente para a Liga Europa. Depois de somar uma expressiva vantagem por 3 a 1 no jogo de ida, o OL agora viaja até a Espanha para fazer o duelo de volta dos 16 avos de final da competição contra o Villarreal. A partida será na próxima quinta-feira (22), às 15h do horário de Brasília. Até lá!

FOTOS: L'Equipe / olweb.fr
CAMPINHOS: L'Equipe


OS GOLS DA PARTIDA:


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

sábado, 17 de fevereiro de 2018

[Ligue1 17/18] 26ª rodada - Lille x Lyon

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


FOTO: losc.fr

Lyon e Lille vivem situações bem diferentes no Campeonato Francês. O OL quer voltar a brigar lá em cima, mas as três derrotas consecutivas na competição complicou bastante os planos, que precisam ser retomados para não comer poeira. Vencer o Lille após bater o Villarreal na Liga Europa seria um trunfo e, quem sabe, um retorno à boa fase. Por outro lado, os Dogues, que fizeram um enorme investimento no começo da temporada e passaram por poucas boas, agora tentam erguer e cabeça e sair da zona de rebaixamento.

Para enfrentar o Lyon, o Lille tem quase todo mundo a sua disposição, com exceção do lateral Kévin Malcuit, que não se recuperou a tempo. Por outro lado, Soumaoro saiu do DM e está disponível para o técnico Christophe Galtier, que também terá a presença de três brasileiros que já podem ser considerados pilares deste atual time do LOSC: Thiago Mendes, Thiago Maia e Luiz Araújo. Os três estão relacionados para o jogo. O Lille também leva Yassine Benzia, antiga promessa da base do Lyon que não vingou.

Já o OL tem dois desfalques para este jogo. E ambos por lesão. Kenny Tete ainda sente dores no joelho e já vai para o seu segundo jogo ausente. Além dele, Cornet sentiu uma pancada no tornozelo na partida da última quinta-feira e acabou não sendo convocado para a viagem até Lille. Cheikh Diop, que ainda não jogou na Ligue 1, mais uma vez foi relacionado. Quem volta também a aparecer na convocatória é o jovem Amine Gouiri. Bruno Génésio deve naturalmente mandar o time titular, com exceção de Marcelo, que poderá ser poupado em função da sequência de jogos que vem realizando.

O confronto entre Lille e Lyon acontece neste domingo (18/02), às 13h do horário de Brasília (fim do horário de verão). No Brasil, o SporTV deve transmitir a partida, ao vivo. Abaixo, confira os relacionados pelos dois times.



LYON:

GOLEIROS: Mathieu GORGELIN e Anthony LOPES;
LATERAIS: Ferland MENDY, RAFAEL e Fernando MARÇAL;
ZAGUEIROS: Jérémy MOREL, Mouctar DIAKHABY e MARCELO;
VOLANTES: Lucas TOUSART, Pape Cheikh DIOP, Tanguy N'DOMBÉLÉ e Jordan FERRI;
MEIAS: Houssem AOUAR e Nabil FEKIR;
ATACANTES: MEMPHIS Depay, MARIANO Díaz, Bertrand TRAORÉ e Amine GOUIRI;
TÉCNICO: Bruno GÉNÉSIO;
DESFALQUES: Kenny TETE e Maxwel CORNET



LILLE:

GOLEIROS: Mike MAIGNAN e Hervé Kouakou KOFFI;
LATERAIS: Fodé BALLO-TOURÉ e Hamza MENDYL;
ZAGUEIROS: Júnior ALONSO, Edgar IÉ, Adama SOUMAORO e Kouadio-Yves DABILA;
VOLANTES: THIAGO MENDES, Ibrahim AMADOU, Boubakary SOUMARÉ e THIAGO MAIA;
MEIAS: Yassine BENZIA e LUIZ ARAÚJO;
ATACANTES: Nicolas PÉPÉ, Ezequiel PONCE, Anwar EL GHAZI e Lebo MOTHIBA;
TÉCNICO: Christophe GALTIER;
DESFALQUESKévin MALCUIT


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

Le Podcast du Foot #73 – Real 3×1 PSG

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi/Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


Cristiano Ronaldo e Neymar, estrela de seus respectivos clubes, se cumprimentam após o jogaço (Foto: Reprodução/Twitter)

A sonhada conquista da Liga dos Campeões da Europa ficou alguns quilômetros mais distante de Paris. O trio Neymar, Cavani e Mbappé sucumbiu a grandeza do Real Madrid e ao brilhantismo de Cristiano Ronaldo, perdendo por 3 a 1, na ida das oitavas-de-final, no Santiago Bernabéu. Na volta, em Paris, o PSG precisará vencer por 2 a 0 ou por três gols de diferença para seguir na competição.

Para analisar tudo que aconteceu no confronto de ida, Eduardo Madeira, Flávio Botelho e Renato Gomes estiveram reunidos na edição #73 de Le Podcast du Foot.

Unai Emery errou na escalação? Lo Celso ou Lass? Dí Maria poderia ter jogado? Thiago Motta fez falta? E o que mudar até a volta, no dia 6 de março? Tudo isso e muito mais foi aprofundado no programa


OUÇA O MATERIAL NO DISPLAY ABAIXO:

Ouça a TODAS AS OUTRAS EDIÇÕES do podcast.

Comente também nos blogs do Eduardo Madeira e na minha coluna do SporTV! Ahh... passe lá na fan page da Ligue1Brasil no Facebook também!

Passe aqui depois e me diga o que achou. Deixe seu pitaco, sua dica, sua reclamação e também a sua pergunta. Você pode ter seu nome lido no programa. Seja corneteiro. Faça parte do podcast!


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

sexta-feira, 16 de fevereiro de 2018

Liga Europa: Lyon vence bem em casa e carrega boa vantagem contra Villarreal

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


O jogo só caminhou no segundo tempo. Lyon marcou dois gols rapidamente e depois, no finzinho, Memphis fez mais um




TEXTO: Lance!
Jogando no Parc Olympique Lyonnais, o Lyon venceu o Villarreal por 3 a 1 e saiu com boa vantagem para o jogo de volta da segunda fase da Liga Europa, que será na Espanha na próxima quinta-feira. Os gols da partida foram marcados por Tanguy Ndombele Alvaro, Nabil Fekir e Memphis Depay. Pablo Fornals descontou.

No primeiro tempo, a posse de bola foi equilibrada entre as duas equipes, mas os donos da casa tiveram mais a iniciativa no início, criando cinco oportunidades, sendo duas no alvo. Os visitantes equilibraram as ações na parte final e levaram algum perigo, apostando na troca de passes rápida, mas também não conseguiram marcar.




O panorama mudou já aos 40 segundos. Em boa jogada de troca de passes,  Mariano Díaz foi tentar cabecear para o gol e acabou dando a assistência para Ndombele fazer para os donos da casa. O Lyon, com isso, foi para cima e logo ampliou. Aos quatro minutos, em jogada puxada da defesa, Mariano Diáz novamente foi bem no lance, tentou chutar, mas parou nas mãos do goleiro Asenjo. No rebote, Fekir marcou.

O Villarreal aumentou a produção ofensiva e Fornals descontou aos 18. No entanto, os franceses não deram chance ao azar, garantindo o terceiro gol aos 37 minutos, com um belo chute de fora da área de Memphis Depay, fechando a conta na França.



TEXTO: Lance!
FOTOS: olweb.fr


Lyon (4-4-2): Lopes | Rafael (Mendy, 89'), Marcelo, Morel e Marçal | Tousart, Ndombélé, Traoré (Cornet, 74') e Aouar (Memphis Depay, 54') | Fekir e Mariano Díaz

Villarreal (4-3-1-2): Asenjo | Mario, Álvaro, Víctor Ruiz e Costa | Rodrigo, Castillejo (Ünal, 54') e Trigueiros | Fornals (Raba, 89') | Cheryshev (Soriano, 74') e Bacca

Gols: Ndombélé (46'), Fekir (49') e Memphis Depay (82'); Fornals (63')


MELHORES MOMENTOS:


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

quarta-feira, 14 de fevereiro de 2018

[LIGA EUROPA 17/18] 16 avos de final - Lyon x Villarreal

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


FOTO: oddsdigger.com

O Lyon não vem bem na Ligue 1. Depois de ter vencido o PSG e eliminado o Monaco da Copa da França, três desastres veio em sequência. Perdeu para Bordeaux, o mesmo Monaco e no último final de semana não conseguiu segurar o Rennes e acabou tendo sua terceira derrota consecutiva na competição. A Liga Europa - apesar do peso e a responsabilidade que carrega consigo - pode ser um alento para o trabalho do treinador e também um respiro para a torcida.

No entanto, para que isso aconteça, o OL precisa fazer um resultado convincente em casa. Ganhar, independentemente do placar, seria o cenário perfeito. Para isso, Bruno Génésio terá a força quase completa de seu elenco, tendo apenas o lateral Kenny Tete de ausência, com dores. Rafael, inclusive, que estava sentindo o joelho até o fim de semana já volta e deve ser titular. Outras novidades são as ausências de quaisquer centroavantes na reserva de Mariano Díaz. Nem Geubbels, nem Maolida e Gouiri foram relacionados, com Cheikh Diop, volante, aparecendo na lista.

Já o Villarreal tem mais desfalques, todos por lesões. O goleiro Andrés Fernandez, o zagueiro Rúben Semedo, o volante Bruno Soriano e o atacante Nícola Sansone sequer viajaram até Lyon. O time espanhol, que ficou em primeiro no seu grupo com Astana, Slavia Praga e Maccabi Tel Aviv terá um elemento que trará muito desgosto ao presidente do Lyon, Jean-Michel Aulas. Trata-se do atacante Roger Martínez, que chegou a ser praticamente anunciado pelo clube em 2016 e acabou preferindo o Villarreal. Uma persona non grata no Groupama Stadium que pode até dar um elemento extra no incentivo ao OL.

Lyon e Villarreal se enfrentam nesta quinta-feira (15), às 18h05 (horário de Brasília). No Brasil, a ESPN+ promete transmitir a partida ao vivo. Abaixo, saiba quem foram os jogadores relacionados pelos dois treinadores.



LYON:

GOLEIROS: Mathieu GORGELIN e Anthony LOPES;
LATERAIS: RAFAEL, Ferland MENDY, Fernando MARÇAL e ;
ZAGUEIROS: Mouctar DIAKHABY, Jérémy MOREL e MARCELO;
VOLANTES: Lucas TOUSART, Jordan FERRI, Papel Cheikht DIOP e Tanguy NDOMBÉLÉ;
MEIAS: Houssem AOUAR e Nabil FEKIR;
ATACANTES: MEMPHIS Depay, Maxwel CORNET, MARIANO Díaz e Bertrand TRAORÉ;
TÉCNICO: Bruno GÉNÉSIO;
DESFALQUES: Kenny TETE


VILLARREAL:

GOLEIROS: Ander CANTERO, Mariano BARBOSA e Sergio ASENJO;
LATERAIS: Adrián MARÍN, Mario GASPAR, Antonio RUKAVINA e Jaume COSTA;
ZAGUEIROS: ÁLVARO González, Daniele BONERA e Víctor RUIZ;
VOLANTES: Pablo FORNALS, Javi FUEGO, RODRIGO Hernández e Manu TRIGUEROS;
MEIAS: Denis CHERYSHEV, Samu CASTILLEJO, SALEM Al-Dawsari e Roberto SORIANO;
ATACANTES: Enes ÜNAL, Daniel RABA, Carlos BACCA e Roger MARTÍNEZ;
TÉCNICO: Javier CALLEJA;
DESFALQUES: Andrés FERNÁNDEZ, Rúben SEMEDO, BRUNO Soriano e Nícola SANSONE


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!