sábado, 19 de agosto de 2017

Com um a menos, Lyon cochila e deixa Bordeaux empatar os acréscimos

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


Por dois minutos, o Lyon não batia um recorde que dura desde sua ascensão da Ligue 2, em 1989. E, hoje, o culpado não foi Bruno Génésio




Terceira rodada do Campeonato Francês e o Lyon já tinha algo em jogo: vencer! Mas não era uma busca por uma vitória para simplesmente continuar bem na tabela. Era para bater um recorde. Caso o time vencesse hoje, seria o melhor início de Campeonato Francês do OL desde quando subiu da Ligue 2 em 1989. Claro que era um objetivo mais simbólico do que parte do planejamento, mas vencer é sempre importante e nada melhor que o fator casa para ajudar a empurrar a equipe, que vinha com mudanças.

Vindo de duas vitórias na competição, o técnico Bruno Génésio praticamente manteve o mesmo time que considera titular, com apenas uma mudança: Kenny Tete começava jogando na lateral direita e o brasileiro Rafael ficava no banco. Nos últimos dias, especulava-se que Ferri e Cornet jogariam nos lugares de Darder e Memphis, mas isso não aconteceu. Como desfalque, o OL tem apenas os jovens Ferland Mendy e Christopher Martins-Pereira. Veja como ficou montado os titulares:




Já o time visitante, apesar de não estar nas cabeças ainda, também entrava em campo invicto na Ligue 1, com uma vitória e um empate. Sem qualquer desfalque entre seus relacionados, Jocelyn Gourvennec tinha o luxo de deixar bons jogadores de fora, por opção, ou por estarem em negociações (nomes como Poundjé e Diego Rolán, por exemplo). Em contrapartida, os torcedores do Lyon reencontraram um antigo ídolo do clube: Jérémy Toulalan, que hoje atuou como zagueiro. Além dele, brasileiros também completavam o time do Bordeaux: Malcom, Jonathan Cafú e o volante Otávio. Confira como ficou a escalação:




Com bola rolando para o primeiro tempo, foi o Lyon quem começou criando a primeira grande oportunidade na partida. Pelo lado direito, relembrando os tempos de Ajax, Kenny Tete tabelou com Bertrand Traoré e o burkinabé foi até o limite da linha de fundo, já dentro da área, para fazer o cruzamento. Na área, Mariano Díaz até tentou completar, mas a zaga chegou firme para evitar o perigo.

Perigo este que não pode ser evitado aos 10’ de jogo. O argentino Valentin Vada errou passe no meio de campo e acabou entregado aos pés de Nabil Fekir. O meia do Lyon avançou em velocidade e, ao ver Benoît Costil adiantado, resolveu bater dali mesmo. O resultado? Um golaço do meio de campo. Exatamente da faixa central. Acertou o ângulo do goleiro do Bordeaux. 1 a 0! Golaço!

O Bordeaux avançou suas linhas de marcação, tentava chegar incomodando o Lyon, mas não conseguia espaços. Kamano era quem mais buscava, mas tinha muitas dificuldades na marcação do OL, que jogava em casa e parecia ter controle total no jogo. Foi assim quando Memphis Depay cobrou falta do lado esquerdo do campo, cruzou na área e Kenny Tete apareceu de carrinho para concluir em gol. 2 a 0 com 22’ de jogo!

Aos 31’, o Bordeaux teve sua melhor chance no jogo, mas ainda assim não levou tanto perigo. A jogada foi construída pelo brasileiro Malcom, que tentava uma assistência para o argentino Valentín Vada. Ele acabou recebendo dentro da área e, quase sem ângulo, encontrou dificuldades para dominar a bola, já que Anthony Lopes saiu bem do gol e evitou o iminente perigo.

Quando parecia que o jogo estava nas mãos do OL, com o placar em vantagem, Sergi Darder disputou bola com Jérémy Toulalan no alto e acabou dando um pontapé no adversário. Clément Turpin não pensou duas vezes e distribuiu o segundo amarelo ao jogador do OL que acabou indo para o chuveiro mais cedo. Gouvernnec não pensou duas vezes e mexeu de imediato, tirando Valentín Vada e colocando o brasileiro Jonathan Cafú.

Com um homem a mais em campo, o Bordeaux viu a oportunidade de crescer no jogo, mesmo ainda no primeiro tempo. O GdB conseguiu diminuir a vantagem do OL com o brasileiro Malcom. Ele cobrou falta e a bola bateu na barreira. No rebote, ele decidiu arriscar de novo, de onde estava mesmo. A bola pegou um desvio em Mariano Díaz e entrou no cantinho de Anthony Lopes. 2 a 1!

Faltando apenas um minuto para o término do primeiro tempo, o Lyon mexeu. Ferri entrou no lugar de Mariano Díaz, para recompor a ausência de Darder. A alteração deixou o atacante espanhol furioso. Fez gestos negativos ainda em campo e, quando passou pelo banco, acabou chutando objetos que via pela frente. Uma atitude bem mesquinha do atacante que, apesar de ter começado bem, acabou de chegar no clube e não tem motivo algum para reclamar.


Na volta do segundo tempo, o Bordeaux voltou com mais uma troca. Gouvernnec via a oportunidade de não perder o jogo e trocou Mendy por Laborde. Mas foi o OL quem teve a primeira boa chance da etapa final. Traoré aproveitou um passe errado do adversário e arrancou em velocidade. Entrando pelo lado da área ele, sozinho, não viu outra chance a não ser arriscar dali. E acabou chutando em cima de Costil.

Tentando buscar o empate, o time do Bordeaux pressionava e isso era mais evidente quando se tem um jogador a mais dentro de campo. E essa chegada ao empate foi evidente aos 13’ do segundo tempo. Em bola alçada na área, o volante Lerager subiu no segundo andar, mais que toda a zaga do OL e cabeceou com muita força, no canto esquerdo de Lopes. A bola passou a centímetros da trave. O jogo se equilibrava bastante nesse momento.

Aos 20’, do segundo tempo, Génésio queimou sua última troca. Colocou Cornet no lugar de Memphis e quase tomou o empate alguns minutos depois. Malcom construiu boa jogada, levou pro meio e achou um passe mágico para Sabaly, que entrou na área e demorou demais para tomar uma atitude. Nisso, Lopes chegou e travou seu passe (ou chute) e acabou desperdiçando boa oportunidade.

Perto do dos 30’ de jogo, Bruno Génésio fez sua última troca, colo cando o zagueiro Diakhaby no lugar do brasileiro Fernando Marçal, lateral esquerdo. No momento da troca, era falta para o Lyon. Bertrand Traoré foi pra bola e, com cerca de 27 metros de distância, acertou um belo chute no ângulo do goleiro Benoît Costil, que tentou chegar nela e não foi eficiente. 3 a 1 e festa no Groupama Stadium.

No entanto, o clima de festejo não durou muito tempo. Mesmo apertado no placar, o Bordeaux não se deu por vencido. Malcom, carregando o time nas costas, estava inspirado e queria jogo. Lerager recebeu na área após jogada de Pellenard e tentativa de desvio de Cafú. Ele tirou o zagueiro e marcou 3 a 2. Já era quase fim de jogo, quando o árbitro deu mais três minutos e Malcom acertou um porrete de fora da área no ângulo de Lopes: 3 a 3 para desilusão do estádio inteiro e muita comemoração girondina.

No próximo sábado, o Lyon retorna aos campos. Agora irá enfrentar o time de Ranieri e companhia: os canários do Nantes. O jogo será no Stade de la Beaujoire, às 12h15 do dia 26/08, válido pela 4ª rodada da Ligue 1. Até lá!

FOTOS: Reuters / L'Equipe / olweb.fr


OS GOLS DA PARTIDA:


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

[Ligue1 17/18] 3ª rodada - Lyon x Bordeaux

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


FOTO: Reprodução/Twitter

As partidas de sábado da terceira rodada do Campeonato Francês contemplarão um duelo tradicional dentro das quatro linhas. O Lyon, heptacampeão nacional, receberá o Bordeaux, que tem seis títulos, em jogo marcado para o Groupama Stadium.

Pelo lado do Lyon, mandante da partida, teremos três atletas do Brasil, curiosamente todos atuando no setor defensivo. São eles o lateral direito Rafael, que já teve passagens pelo Manchester United, e os zagueiros Marcelo e Fernando Marçal. O primeiro é conhecido do torcedor brasileiro por ter sido revelado pelo Santos. Já o segundo chegou a jogar pelas equipes de base do Grêmio, mas foi muito cedo para o futebol europeu. Antes de se transferir para o Torreense, de Portugal, ele atuou profissionalmente pelo Guaratinguetá, equipe do interior do estado de São Paulo.

Já pelo lado do Bordeaux o grande nome entre os brasileiros é o atacante Malcom, ex-Corinthians. O jovem atleta, que foi para o clube francês após o título do Campeonato Brasileiro de 2015 com o Corinthians, conquistou o status de um dos principais jogadores dos Girondins e deve ser mais uma vez titular. Em situações opostas, estão outros dois jogadores do Brasil que atuam na equipe. Recém-chegados, o atacante Jonathan Cafu, ex-São Paulo e Ponte Preta, e o volante Otávio, ex-Atlético-PR, buscam ganhar espaço no elenco e conquistar a confiança do treinador Jocelyn Gourvennec. Ambos devem ficar no banco de reservas diante do Lyon.

Nas duas primeiras rodadas do Campeonato Francês, o Lyon conseguiu duas vitórias, possuindo 100% de aproveitamento. Já o Bordeaux não teve o mesmo desempenho, porém, não ficou muito para trás, já que teve um triunfo e um empate, alcançando quatro pontos na tabela de classificação.

Após um bom começo, a expectativa de ambas as equipes para o Campeonato Francês são altas. Por isso, a conquista de uma vitória no jogo deste sábado será fundamental para a sequência da competição.

TEXTO: Gazeta Esportiva

A partida entre Lyon e Bordeaux acontece neste sábado (19/08), ao meio-dia do horário de Brasília. No Brasil, o SporTV promete transmissão da partida, ao vivo. Abaixo, confira os relacionados pelos dois times.



LYON:

GOLEIROS: Mathieu GORGELIN e Anthony LOPES;
LATERAIS:  Fernando MARÇAL, Kenny TETE e RAFAEL;
ZAGUEIROS: Jérémy MOREL, MARCELO e Mouctar DIAKHABY;
VOLANTES: Sergi DARDER, Jordan FERRI e Lucas TOUSART;
MEIAS: Houssem AOUAR e Nabil FEKIR;
ATACANTES: Maxwel CORNET, MEMPHIS Depay, Myziane MAOLIDA, Bertrand TRAORÉ e Mariano DÍAZ;
TÉCNICO: Bruno GÉNÉSIO;
DESFALQUES: Ferland MENDY e Christopher MARTINS-PEREIRA


  
BORDEAUX:

GOLEIROS: Benoît COSTIL e Jérôme PRIOR;
LATERAIS: Milan GAJIC, Youssouf SABALY e Théo PELLENARD;
ZAGUEIROS: Igor LEWCZUK e Vukasin JOVANOVIC;
VOLANTES: Jérémy TOULALAN, OTÁVIO, Lukas LERAGER e Younousse SANKHARÉ;
MEIAS: Jaroslav PLASIL, Valentín VADA, François KAMANO e Thomas TOURÉ;
ATACANTES: MALCOM, Jonathan CAFÚ, Gaëtan LABORDE e Alexandre MENDY;
TÉCNICO: Jocelyn GOURVENNEC;
DESFALQUESNenhum



Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

terça-feira, 15 de agosto de 2017

Le Podcast du Foot #66 – Neymar em Paris

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi/Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


O brasileiro marcou na estreia contra o Guingamp (Foto: psg.fr)

Depois de uma arrastada novela, enfim Neymar estreou pelo Paris Saint-Germain. E o debute foi em grande estilo, com um gol e uma assistência na vitória por 3 a 0 sobre o Guingamp.

Pequena amostra ou o adversário facilitou? Foi dessa estreia e da projeção de Neymar em Paris que Eduardo Madeira (do EuropaFootball), Renato Gomes (do Centrocampismo) e Vinícius Ramos (do Ici C'est Paris) se reuniram para a gravação de mais um Le Podcast du Foot.

Na edição #66 do programa, você confere a avaliação da estreia do brasileiro e os reflexos de sua chegada na Ligue 1.

OUÇA O MATERIAL NO DISPLAY ABAIXO:

Ouça a TODAS AS OUTRAS EDIÇÕES do podcast.

Comente também nos blogs do Eduardo Junior e na minha coluna do SporTV! Ahh... passe lá na fan page da Ligue1Brasil no Facebook também!

Passe aqui depois e me diga o que achou. Deixe seu pitaco, sua dica, sua reclamação e também a sua pergunta. Você pode ter seu nome lido no programa. Seja corneteiro. Faça parte do podcast!


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

sábado, 12 de agosto de 2017

Mariano Díaz brilha de novo e Lyon vence a segunda consecutiva na Ligue 1

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


O camisa nove foi o autor do segundo gol marcado pelo OL na partida




O Lyon conquistou sua segunda vitória em dois jogos, nesta sexta-feira (11), ao vencer por 2 a 1 o Rennes. O espanhol Mariano Díaz voltou a marcar e ser importante no resultado final. Enquanto isso, o Nice foi derrotado pelo mesmo placar pelo Troyes e segue sem vencer no Campeonato Francês.

Na ponta de cima da tabela está o Lyon, líder provisório, que novamente contou com o faro artilheiro de seu novo atacante. O ex-jogador do Real Madrid havia estreado na equipe na semana passada anotando dois gols na vitória sobre o Strasbourg (4 a 0).

Nesta sexta, Díaz marcou o segundo gol do Lyon (aos 74), que havia aberto o placar com o holandês Memphis Depay (aos 57). O Rennes diminuiu o prejuízo com Benjamin Bourigeaud (aos 86).

TEXTO: AFP
FOTOS: olweb.fr / L'Equipe


MELHORES MOMENTOS:


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

sexta-feira, 11 de agosto de 2017

[Ligue1 17/18] 2ª rodada - Rennes x Lyon

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


FOTO: olweb.fr

Sensação na estreia do Campeonato Francês após golear por 4 a 0 o Strasbourg, o Lyon defende a liderança nesta sexta-feira, quando visita o Rennes, no Estádio Roazhon Park, em Rennes, segunda rodada da competição. Os líderes pretendem manter os cem por cento de aproveitamento diante de um adversário que arrancou um precioso ponto na estreia, quando empatou por 1 a 1 com o Troyes como visitante.

“Vai ser um jogo complicado porque o Rennes montou um time interessante para esta temporada e vai exigir muito do nosso futebol. Mas o Lyon pretende ter um grande começo de temporada, somando pontos que possam fazer a diferença a nosso favor nas partes mais decisivas”, analisou o técnico do Lyon, Bruno Genesio.

TEXTO: Gazeta Esportiva

A partida entre Rennes e Lyon acontece nesta sexta-feira (11/08), um dos jogos que abrem a 2ª rodada da Ligue 1, às 15h45 do horário de Brasília. No Brasil, nenhuma emissora deverá transmitir a partida. Abaixo, confira os relacionados pelos dois times.



LYON:

GOLEIROS: Mathieu GORGELIN e Anthony LOPES;
LATERAIS:  Fernando MARÇAL, Kenny TETE e RAFAEL;
ZAGUEIROS: Jérémy MOREL, MARCELO e Mouctar DIAKHABY;
VOLANTES: Sergi DARDER, Jordan FERRI e Lucas TOUSART;
MEIAS: Clément GRENIER e Nabil FEKIR;
ATACANTES: Maxwel CORNET, MEMPHIS Depay, Myziane MAOLIDA, Bertrand TRAORÉ e Mariano DÍAZ;
TÉCNICO: Bruno GÉNÉSIO;
DESFALQUES: Ferland MENDY e Christopher MARTINS-PEREIRA


  
RENNES:

GOLEIROS: Abdoulaye DIALLO e Edvinas GERTMONAS;
LATERAIS: Ludovic BAAL, Romain DANZÉ e Hamari TRAORÉ;
ZAGUEIROS: Ramy BENSEBAÏNI, Edson MEXER e Joris GNAGNON;
VOLANTES: Benjamin BOURIGEAUD, Adrien HUNOU e Nicolas JANVIER;
MEIAS: Benjamin ANDRÉ, Faitout MAOUASSA e James Edward LÉA-SILIKI;
ATACANTES: Ismaïla SARR, Firmin N'Dombe MUBELÉ, Jordan TELL e BRANDON Thomas Llamas;
TÉCNICO: Christian GOURCUFF;
DESFALQUESRaïs M'BOLHI, Sanjin PRCIC, Morgan AMALFITANO, Sabri TOUFIQUI e Yoann GOURCUFF




Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

sábado, 5 de agosto de 2017

Com show de estreantes, Lyon goleia o atual campeão da Ligue 2

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


Traoré foi muito bem pelo lado direito, mas quem brilhou mesmo foi Mariano Díaz, que marcou dois gols na vitória por 4 a 0. Fekir, também com muito destaque, marcou os outros dois




Finalmente começou a temporada para o Olympique Lyonnais! Em casa, jogando no agora chamado Groupama Stadium, os Gones tinham a missão de começar a Ligue 1 contra o atual campeão da Ligue 2. O Strasbourg estava de volta a primeira divisão nacional e já tinha o trabalho de ter que enfrentar esse OL renovado e com mudanças drásticas no seu elenco. Em um campeonato que vai ser pautado pela presença de Neymar e uma possível supremacia do Paris Saint-Germain, somar todos os pontos possíveis era uma missão difícil, mas que já deveria ser colocada em prática desde já.

Sem Lacazette, Tolisso, Ghezzal, Gonalons e tantos outros, o Lyon agora tinha novidades como Marcelo, Marçal, Mariano Díaz e Traoré. Estes começavam como titulares e seriam apresentados ao torcedor que lotava o estádio. Já pressionado por resultados e fazer o time funcionar sem os ídolos que deixaram o clube, Bruno Génésio era o homem visado pela torcida e qualquer deslize poderia ecoar um cântico contra o treinador. Com a janela ainda não fechada, o presidente Jean-Michel Aulas pode aparecer, sim, com novos nomes ainda nos próximos dias. Por enquanto, o time titular é este:




Pelo lado do Strasbourg, a grande ausência era do artilheiro da última edição da Ligue 2. O atacante experiente, Khalid Boutaïb encerrou seu contrato e decidiu não renovar. Por isso, e por também subir de divisão, o clube foi atrás de alguns nomes e boa parte deles estavam em campo hoje. Corgnet (St-Étienne), Nuno da Costa (Valenciennes), Kamara (Tours), Lala (Lens), Martin (Betis), Martinez (Angers) e Saadi (Cardiff), todos contratados nessa janela começavam jogando. Thierry Laurey teria o trabalho de, além de ter que bater o OL, também gerar um entrosamento entre um elenco que não se conhece. Confira a escalação!




Nos primeiros minutos de jogo, a nova frente de trabalho do Lyon já parecia querer mostrar serviço. Bem no comecinho, Díaz recebeu na entrada da área, limpou e abrir para Traoré na direita. O ex-Ajax dominou e passou pela zaga até finalizar. O goleiro conseguiu fazer a defesa e, no rebote, Memphis Depay tinha grande oportunidade para abrir o marcador e acabou jogando por cima, errando um gol claro.

A primeira chegada do Strasbourg só aconteceu aos 15’ de jogo e, mesmo assim, foi algo sem qualquer perigo. Saadi recebeu na esquerda e até pensou em encarar a marcação de Morel. Mas quando viu que a marcação dobrava, ele pensou em fazer o passe e acabou finalizando em um chute cruzado e sem força. Lopes conseguiu aliviar o perigo antes mesmo de Nuno da Costa aparecer do outro lado.

Aos 22’, o Lyon finalmente fez valer a sua superioridade dentro de campo. Já dominava a partida e tocava bem a bola na intermediária adversária. Foi quando Fekir dominou no meio, limpou e achou Mariano Díaz se deslocando. O ex-Real Madrid carregou um pouco a bola e decidiu arriscar dali mesmo, da entrada da área. A bola, meio rasteira e fraca, acabou entrando nas redes em falha do goleiro Kamara. 1 a 0 no Groupama Stadium.

Somente três minutos após o primeiro gol, o Lyon quase dobrou o placar. E, novamente, Mariano Díaz apareceu. O dominicano agilizou uma rápida tabela com Traoré, que devolveu e deixou o camisa 9 frente a frente com Kamara. Desta vez, o goleiro adversário se saiu bem e evitou aquele que seria o segundo tento dos Gones. No entanto, mesmo se entrasse, a arbitragem já marcava impedimento de Traoré no momento da assistência. Mas o OL, naquele momento, era bem superior no gramado.

Aos 39’ do primeiro tempo, o Lyon apareceria novamente com perigo. Desta vez, quem criou a oportunidade foi Fernando Marçal. O brasileiro tentava uma penetração pelo meio e foi derrubado perto da entrada da área. Ruddy Buquet marcou falta e para bola Memphis Depay e Nabil Fekir se posicionaram para o chute. Na finalização, o holandês acabou chutando muito forte, no meio do gol, e forçou novamente uma defesa do goleiro Kamara.

O primeiro tempo se resumiu a apenas uma força. O Strasbourg não conseguiu chegar com perigo em nenhum momento dos 45 primeiros minutos. Além disso, errava passes demais e tinha dificuldade de permanecer com a bola por poucos segundos. Definitivamente, era um time bem desorganizado e soava até um pouco desentrosado, principalmente com as duas novidades do seu ataque.

Na volta para o segundo tempo, o Strasbourg voltou com mudanças táticas. Não dava para manter a mesma postura da primeira parte, seja pela supremacia na posse de bola, falta de ânimo e o placar negativo. Era preciso uma sacudida e o que vimos nos primeiros minutos da etapa final foram três ataques seguidos dos visitantes, com dois deles levando perigo real ao gol de Anthony Lopes. Coisa que não havia acontecido antes.

A resposta do OL veio com Mariano Díaz, de novo. Ele recebeu um cruzamento de Rafael e subiu muito, muito alto mesmo, e fez a bola passar por cima do gol de Kamara, que já parecia estar vendido no lance. Pela transmissão que assistia, em espanhol, o comentarista disse que essa era uma característica muito forte do atacante quando ele jogava pelas categorias de base do Real Madrid. Uma ótima notícia para os torcedores do OL.

Mas boa notícia mesmo foi quando Traoré recebeu a bola na entrada da área aos 13’ do segundo tempo, sambou pra cima do marcador, entrou na área e foi claramente derrubado. Ruddy Buquet imediatamente apontou o centro da área e marcou pênalti. Para a bola, o novo capitão do time, Nabil Fekir acabou finalizando com muita frieza e fez o segundo para o Lyon na partida: 2 a 0!

Praticamente no lance seguinte, o Lyon buscaria mais um gol e tornaria tudo mais fácil. Mariano Díaz, em meio a cinco defensores adversários tentou uma jogada individual. Não conseguiu, mas a defesa do Strasbourg bateu cabeça e a bola sobrou para o dominicano prosseguir praticamente sozinho até a direção do gol. Na saída do goleiro Kamara, o atacante finalizou e fez! 3 a 0!

Após o gol, aos 22’ do segundo tempo, Thierry Laurey mexeu pela primeira vez. Colocou Sacko, da base do clube, e tirou o estreante Saadi. Aos 30’, mais duas trocas. Laurey mexeu de novo colocando Anthony Gonçalves e tirando Lienard. Pelo OL, a primeira troca foi a saída de Mariano Díaz para a entrada do jovem Myziane Maolida, estreando pelos profissionais aos 18 anos. Minutos depois, Traoré saía para a entrada de Cornet. Aos 35, o técnico do time visitante queimou a última alteração, colocando Bahoken no lugar de Jonas Martin. O OL queimou sua última troca só aos 39’, com Ferri no lugar de Darder.

Já no fim do jogo, quando o Strasbourg chegou a balançar as redes com Mangane e bem anulado pela arbitragem, o Lyon deu uma resposta e fechou o caixão. Fekir recebeu com ótimas condições na entrada da área, com uma assistência de calcanhar de Cornet e marcou o quarto gol do time no jogo, o segundo dele. Lyon despachava o campeão da Ligue 2 sem qualquer dificuldade. Um início e tanto para o pressionado Bruno Génésio.

O Lyon agora terá um amistoso contra a Chapecoense, no próximo dia 8, terça-feira próxima. O jogo não vale nada e servirá para dar rodagem a boa parte do elenco do time B e, possivelmente alguns jogadores que não jogaram hoje. O jogo será no Groupama OL Training Center, o CT do Lyon, às 13h. Até lá!

FOTOS: olweb.fr / L'Equipe


OS GOLS DA PARTIDA:



Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!

sexta-feira, 4 de agosto de 2017

[Ligue1 17/18] 1ª rodada - Lyon x Strasbourg

Filipe Frossard Papini
Twitter: @FilipeDidi / Twitter: @BrasiLyonnais
Facebook: /BrasiLyonnais / Medium: @BrasiLyonnais


FOTO: Twitter/Reprodução

Foi dada a largada para o Lyon na temporada. Depois, com mais calma, vou fazer uma postagem especial sobre esse início do time e a janela de transferências. O que dá pra adiantar é que temos um novo capitão. Nabil Fekir (foto), já estampa a braçadeira e, aos 24 anos, substitui a liderança do grupo deixada por Gonalons, que se transferiu para a Roma. Jogando em casa e no Groupama Stadium com nova iluminação a LED, o OL busca vencer o atual campeão da Ligue 2 e já garantir, de imediato, três pontos numa competição que promete ser ferranha até o fim.

Bruno Génésio não relacionou dois jovens que vinham ganhando boas oportunidades na pré-temporada: Aouar e Gouiri. Ambos não estão na listagem, que tem de novidades, além das contratações Marçal, Tete, Marcelo, Traoré e Díaz, também o retorno de Grenier - que passou meia temporada na Roma - além do jovem Maolida. Ferland Mendy, outra novidade da janela, machucado, não enfrenta o Strasbourg.

Já o time da Alsácia que fazer valer a sua boa fase, mesmo sendo um time oriundo da divisão debaixo. Na janela, perdeu sua principal estrela, Khalid Boutaïb, mas ganhou nomes fortes como Idriss Saadi, Nuno da Costa e o ex-St-Étienne Benjamin Corgnet. Todos eles estão relacionados para enferentar o OL.

A partida entre Lyon e Strasbourg acontece neste sábado (05/08), às 15h do horário de Brasília. No Brasil, nenhuma emissora deverá transmitir a partida. Abaixo, confira os relacionados pelos dois times.



LYON:

GOLEIROS: Mathieu GORGELIN e Anthony LOPES;
LATERAIS:  Fernando MARÇAL, Kenny TETE e RAFAEL;
ZAGUEIROS: Jérémy MOREL, MARCELO e Mouctar DIAKHABY;
VOLANTES: Sergi DARDER, Jordan FERRI e Lucas TOUSART;
MEIAS: Clément GRENIER e Nabil FEKIR;
ATACANTES: Maxwel CORNET, MEMPHIS Depay, Myziane MAOLIDA, Bertrand TRAORÉ e Mariano DÍAZ;
TÉCNICO: Bruno GÉNÉSIO;
DESFALQUES: Ferland MENDY, Mapou YANGA-M'BIWA, Nicolas N'KOULOU e Christopher MARTINS-PEREIRA


  
STRASBOURG:

GOLEIROS: Alexandre OUKIDJA e Bingourou KAMARA;
LATERAIS: Pablo MARTINEZ e Kenny LALA;
ZAGUEIROS: Yoann SALMIER, Kader MANGANE e Ernest SEKA;
VOLANTES: Dimitri LIÉNARD, Anthony GONÇALVES, Jérémy GRIMM e Jean-Eudes AHOLOU;
MEIAS: Jonas MARTIN, Ihsan SACKO e Benjamin CORGNET;
ATACANTES: Stéphane BAHOKEN, Idriss SAADI, Nuno DA COSTA e Jérémy BLAYAC;
TÉCNICO: Thierry LAUREY;
DESFALQUESAbdallah N'DOUR


Quer mais informações sobre o Lyon via BrasiLyonnais? Clique nos botões abaixo e siga-nos!